RITA LEE - AUTOBIOGRAFIA
LOGOTIPO DNEGOCIOS

junho 2017


RITA LEE
-AUTOBIOGRAFIA-


Rita Lee - A cantora e sua obra.

Falar sobre Rita Lee esta pessoa singular e sua esfuziante e irreverente trajetória no nosso Pop-rock é algo capaz de mobilizar qualquer pessoa e principalmente ela mesma, que sem ser uma biógrafa conseguiu desvendar para nós a sua infância, adolescência, vida amorosa e profissional, com uma verdade e uma imparcialidade jamais vistas.

Rita Lee: Uma infância inspiradora.

Em sua Biografia, Rita Lee, deusa doRITA LEE nosso pop-rock, oferece pistas de sua infância e adolescência, que dão origem a letras de sucessos lançados no futuro. É o caso de “Dropes de Anis”, “flagra”, ”a boca de cereja e os dentes de marfim”, “Miss Brasil 2000”. Até o seu maior hit, “lança Perfume” tem sua origem nas lembranças de antigos carnavais. No entanto, O refrão de sua obra prima “Ovelha Negra”, parece não ser exatamente uma autodescrição.
        Ela sempre foi uma menina sapeca, mas nunca “desajustada”. A Autobiografia não apresenta motivos para tanto. Até mesmo o episódio de ter sido molestada com uma chave de fenda na infância, por um técnico que estava consertando a máquina de costura, apesar de narrado de forma muito objetiva, dificilmente ligaríamos esse trauma a uma postura rebelde diante da vida no futuro.
        Filha caçula de um descendente de americanos, Charles, que ela o tempo todo chama de Sargento, e de uma filha de italianos nasceu numa casa que ela apelidou de harém, porque com mais duas irmãs mais velhas e uma quase avó morando com elas seu pai era o único homem do lugar.
        Charles era um pai severo que nada permitia. Dentista de celebridades ganhava o suficiente para que na casa nunca faltasse nada. Morreu sem saber da história da chave de fenda porque toda família escondeu o acontecido, temendo sua reação.

Rita Lee: Os tempos difíceis

Rita se casou com o companheiro de banda, Arnaldo, que a traiu com todas as piriguetes que apareceram e num dos entreveros causados por este comportamento, expulsou Rita da banda, e desfez o casamento. Passada esta triste fase Rita Lee, já famosa, conheceu muitos famosos assim como ela e fez amizades inesquecíveis com pessoas incríveis, como Paulo Coelho com quem teve um namorico.
        Nessa época conheceu Roberto Carvalho, com quem fez uma parceria musical, se casou e teve 3 filhos. Ele foi o grande amor da vida da cantora, e ela o chama de namorado até hoje.
        Rita Lee sempre amou a música e foi fácil se apaixonar pelo violão. Durante as décadas seguintes, o furacão dourado sacode o Brasil com sua música e sua dança. A autobiografia de Rita Lee é uma narrativa incrivelmente honesta, onde ela não poupa nem a si mesma. Um fato marcante na vida dela foi a sua prisão em plena ditadura, grávida do primeiro filho, por ter testemunhado contra um policial que matou um rapaz em um de seus shows. Rita passou meses trancafiada.

Rita Lee: A musa paulistana.

Rita Lee foi sempre a inspiração para os jovens, com suas letras e ideias irreverentes e únicas. A Rita filha, mulher, mãe... e todas as outras faces da capricorniana com ares de aquariana, que sem medo de reviver o passado, nos conta sobre como foi uma criança “pentelha”, até chegar na sua eterna parceria com Roberto de Carvalho.
        Se você tinha alguma dúvida de onde estavam vindo toda a inspiração para comporRITA LEE e seu livro Mania de Você ou Ovelha Negra, seus problemas acabaram!
        A narrativa de Rita revela em toda sua riqueza o contexto cultural sob o qual viviam os jovens paulistanos na década de 60. Um testemunho revelador de como esta juventude foi exposta às revoluções culturais, sociais e políticas trazidas pelos Beatles e pelo rock em geral. É tão envolvente que dá vontade de contar tudo. Dá vontade de contar mais.
        As fotos são uma atração à parte, boa parte delas retiradas do acervo pessoal da cantora, ilustram o surpreendente relato que no decorrer do livro traz diversas revelações sobre sua vida pessoal. Todas as alegrias e agruras estão presentes.
        Rita Lee, cantora e compositora tem seu nome gravado no rock nacional graças à músicas como Doce Vampiro, Baila Comigo, Nem Luxo Nem Lixo, Ovelha Negra e Desculpa o auê. Conta em sua biografia uma história de altos e baixos, erros e acertos, uma delícia de história que merece ser lida por todos.


Se você quer saber quanto custa ou quer outras informações sobre este livro, clique num dos link abaixo:


LIVRARIA CULTURA                         SARAIVA




LOGOTIPO DNEGOCIOS





Seleção de Livros! Clique e confira.





Lingerie Sale










SandroMoscol