NOSSO CACHORRO OSCAR - O Castigo de Gabi          
LOGOTIPO DNEGOCIOS


O CASTIGO DE GABI





Oscar, o cãozinho que adotei no canil municipal, se assustou com os estampidos dos fogos da festa de São Cristóvão e sumiu de casa. Estávamos a dois dias tentando encontrá-lo sem sucesso. Gabi, minha filha postou em todas as redes sociais e estava irada porque ninguém, nenhuma amiga dela tinha compartilhado. Ela acha que é castigo de Deus porque ela, por causa de uma briguinha de criança, não ajudou a amiga Dilanir, a procurar o cachorro dela quando sumiu.





          -É isso mesmo, mãe. Deus está me castigando. Eu fiz o mesmo com a Dila. O mesmo não, pior. Muito pior. Ela me mostrou a foto do Dilehom e eu nem olhei. Você se lembra. Você se lembra. Você tava comigo lá na padaria. CACHORRO OSCAR Você pegou o retrato do Dilehom e tentou me mostrar e eu, mãe, fiz o que? Diz, mãe diz o que que eu fiz. Nem olhei a foto do cachorrinho dela, só porque a gente tinha brigado. Não me preocupei com o Dilehom. Sabe o que significa Dilehom? Significa Dilanir e Homero. É como se fossem eles dois juntos num outro ser. Eles ainda eram só namoradinhos e o Dilehom era como um laço de compromisso entre os dois. E eu não fui capaz de entender isso. Não fui amiga...Ai que vazio na alma a Dilanir sentiu por minha culpa quando mais precisou de mim...Mãe eu fui monstruosa!
          -Gabriela, pode parar! Acharam o Dilihom não acharam?
          -Dilehom, mãe, Dilehom. O nome do cachorro da Dila é Dilehom. E eu não posso parar não, mãe! Não posso parar e não vou parar. O que aconteceu não interessa. Interessa o que eu fiz. Sabe o que eu disse pro Mero? “Pede pra tua namoradinha pedir praquela outra amiguinha dela procurar o cachorrinho de vocês”. Meu Deus do céu, mãe, como eu fui horrível...
          -Dupne tur..(1).-Morrão era a aflição em pessoa. Não sabia que gestos fazer, como agir, e muito menos que palavras dizer - Você era muito nova...Não sabia...
          Gabriela se desvencilhou do pai e se levantou.
          -Mãe, eu não ajudei. E tudo por causa de uma intriguinha de merda, desculpa pai. Ai que ódio. Ai que ódio de mim. Elas não vão ajudar a procurar o Óscar e bem feito. É isso mesmo que eu mereço... Deus é justo, mãe e está me castigando porque eu mereço...
          Morrão ia dizer alguma coisa mas desistiu. O celular da Gabi tocou e eu me apresei em atender. Podia ser outro engraçadinho.
          -Alô
          -Dona Cris Gabi tá aí é a Dilanir.
          -Oi Dila, dá pra ligar mais tarde é que...
          -É sobre o Óscar, dona Cris, a gente já sabe. Eu quero falar com a Gabi.
          Gabriela arrancou o celular da minha mão. Parecia alucinada:
          -Dila, me perdoa, Dila. Pelo amor de Deus me perdoa. Eu sinto muito. Eu sei que não adianta mas eu sinto muito. Me perdoa. Me perdoa.
          -Gabi, sou eu amiga! Sou eu! Que história é essa de perdoa? Tá todo mundo aqui na festa, aqui na igreja. Eu só soube do Óscar agora. Eu ia te ligar e o Mero viu o Óscar no celular. Tá todo mundo compartilhando a foto dele. Vem amiga vem, a missa tá começando. Não se preocupe com nada. A gente já combinou tudo. Vamos formar umas equipes de busca igual a gente... A gente vai achar o Óscar. Vem amiga, eu quero te dar um abraço, também.
          O celular não estava no viva voz, mas o silêncio era tanto que todo mundo ouviu claramente o que a Dila tinha falado. Tínhamos esquecido completamente a festa de São Cristóvão.
          São Cristóvão foi escolhido como nosso padroeiro, padroeiro do nosso bairro, pelos colonizadores . Quando vieram, trouxeram para nossa região muita devoção e os santos deles, para proteger e abençoar os novos caminhos que tinham pela frente, e assim São Cristóvão chegou até nossa cidade. A primeira capelinha de são Cristóvão foi construída nessa época da chegada dos colonos. Só moravam aqui, umas poucas famílias, que iam chegando de diversas regiões do sul do país para colonizar a região, que é uma região fértil e precisava de mão de obra para tocar as lavouras.
          A festa da nossa comunidade de São Cristóvão é muito tradicional em todo o oeste do Paraná e atrai turistas até do Paraguai. Como são Cristóvão é um santo muito carismático, e muito popular por causa dessa história que contam que ele carregou Jesus nas costas, a festa aqui é sempre um grande sucesso. A história de São Cristóvão é de fato muito linda. Eu acho linda.Um homem comum, mas cheio de idealismo, cheio de altruísmo, que acabou servindo a Deus de um jeito surpreendente.
          A comunidade de são Cristóvão é uma gente muito ativa. Como você sabe, São Cristóvão é o padroeiro dos motoristas, e nós conseguimos que a bênção dos carros fosse transferida pra cá. Antes era na Igreja Matriz, que ficava ali onde hoje é o Banco do Brasil. O Santo era levado pra lá, de carro e a benção era lá. Naquele tempo tinha pouco carro. Era mais carroças, charretes, até carro de boi e tratores usados na lavoura apareciam pra receber a benção de São Cristóvão.
          Nossa igreja é nova e grandiosa. Pra ter uma ideia, a porta trabalhada, de madeira maciça veio de Rondônia. É uma arquitetura que encanta moradores e turistas e se tornou um ponto de visitação, é escolhida para casamentos e rende muitos elogios para nossa região.
          Só que esse ano, o sumiço do Oscar literalmente acabou com a festa, pelo menos pra nós.
          Estavamos os três, eu, Gabi Morrão, ainda hipinotizados pela voz da Dilanir.
          Gabi desligou o telefone e o silêncio aumentou.
          - Mãe, pai, eu vou pra a igreja.
          - Eu também
          -Eu também, disse Morrão decididamente.
          -Se você não quiser não precisa.
          Morrão frequenta a Mesquita dele e nunca havia nos acompanhado à igreja Católica, e eu não queria que ele se sentisse na obrigação.
          -El márra’Lâ (2)- disse o meu marido com aquele jeitão lindo que ele tem de simplificar sentenças e economizar explicações.
         -Sôrrir’r (3) - respondeu Gabi.



          (1) -   (Dupne tur ) Filha
          (2) -   (El márra’Lâ ) Deus é Deus.
          (3) -   (Sôrrir’r) É verdade


         


LOGOTIPO DNEGOCIOS










Seleção de Livros! Clique e confira.





Lingerie Sale





SandroMoscol>





www.trivago.com.br